Âmbito e Objetivos

O grupo Estudos Culturais caracteriza-se por uma natureza multidisciplinar. Focado nas dinâmicas políticas e estéticas da cultura contemporânea, este grupo desenvolve investigação sobre identidades, memória, expressão lusófona, discurso e linguagens, cultura visual, arte, comunicação e estética.

Com 29 investigadores doutorados, este grupo organiza-se em torno dos seguintes objetivos:

– analisar as principais tendências das sociedades, especialmente no que concerne as suas produções culturais, os dispositivos tecnológicos e as expressões estéticas;

– estudar os discursos e as práticas sociais que dizem respeito a assuntos críticos como as questões de género e as estruturas de poder, as alterações climáticas e a proteção do ambiente, as questões coloniais e pós-coloniais, com especial ênfase na Lusofonia;

– repensar ativamente a cultura científica tanto no que diz respeito a políticas de educação e ciência como no que toca a internacionalização do conhecimento e as estratégias de construção da carreira académica.

 

Principais temas de investigação

O grupo Estudos Culturais desenvolve investigação em três áreas principais:

– Biociência, Justiça e Cidadania;

– Estudos de género;

– Comunicação Intercultural: Culturas, Memórias, Narrativas e Identidades;

– Teoria e Análise do Discurso dos Média;

– Cultura Científica;

– Culturas visual, sonora e artística.

Investigadores