“Ser jovem, hoje! Desafios, problemáticas e consequências na era das redes sociais digitais”

“Ser jovem, hoje! Desafios, problemáticas e consequências na era das redes sociais digitais” é o título genérico de duas sessões que vão ser ministradas por Pedro Costa, investigador do CECS, a jovens dos 2.º e 3.º ciclos (básico e unificado), no Agrupamento de Escolas António Feijó, em Ponte de Lima. As duas sessões estão agendadas para o dia 11 de fevereiro, às 10h30 e às 14h15, respetivamente. A iniciativa surge no âmbito do dia Internacional da Internet Segura 2020 e tem como objetivo alertar para os vários perigos dos usos da Internet.

Num estudo levado a cabo pela UNICEF com cerca de 170 mil jovens (com idades compreendidas entre os 13 e os 24 anos) de 30 países, conclui-se que um em cada cinco diz já ter faltado à escola devido ao ciberbullying e à violência. Quase 75% dos casos de cyberbullying aconteceram em redes sociais como o Facebook, o Instagram, o Snapchat e o Twitter.

Estes são os locais mais frequentes “onde acontece o bullying online”. Mas o cyberbullying é apenas um tipo de ameaça. Existem mais tipos, e todos eles são considerados cibercrimes: crimes contra a confidencialidade,  integridade e disponibilidade de dados e sistemas informáticos; crimes relacionados com sistemas informáticos; crimes relacionados com o conteúdo e com práticas de chantagem; crimes praticados contra direitos de autor e direitos conexos; crimes de perseguição digital (ciberstalking); e crimes de incitação ao suicídio e à autoflagelação.

Esta iniciativa decorre de um convite da direção do Agrupamento de Escolas António Feijó ao investigador do CECS Pedro Costa, que estuda a temática da Internet e das redes sociais digitais.

[Publicado: 03-02-2020]