PROMoção de saúdE mental e bem-esTar na comunidadE UMinho

O projeto PROMETEU visa compreender os desafios que a Universidade do Minho enfrenta em termos de bem-estar e saúde mental dos seus membros. O projeto é desenvolvido segundo uma abordagem stepwise, com um foco privilegiado inicial num estudo de prevalência das perturbações emocionais e perturbação do uso de substâncias, referenciadas como as mais prevalentes na população em geral e na comunidade académica em particular, e na caracterização dos seus fatores de risco e de proteção, de natureza pessoal, económica, sociocultural e ambiental. O estudo permitirá avançar para análises posteriores com objetivo de modelação da predição do risco específico para cada uma das perturbações e fundamentar empiricamente ações de intervenção estratégicas. Além disso, em linha com as abordagens colaborativas em saúde, centradas na decisão partilhada e no empoderamento dos públicos-alvo das intervenções de saúde (e.g., Bombard et al., 2018), o estudo foca-se também nas perspetivas/vozes dos estudantes, docentes/investigadores e TAGs, sobre as experiências de bem-estar e saúde mental, sobre os fatores contextuais e ambientais relevantes para cada grupo e sobre o papel da Universidade nesta área da saúde. Recomendações para ação / investigação e definição de boas práticas, baseadas na evidência científica, mas contextualizadas na realidade dos membros da academia da Universidade do Minho constituem o produto final do projeto. Refletindo a experiência e as vozes dos membros da academia, o projeto indicará procedimentos e áreas nas quais a Universidade do Minho deve investir para promover a saúde mental e o bem-estar.

Investigador CECS: Alice Matos

Período de funcionamento: setembro de 2023 a dezembro de 2024

Entidade financiadora: Conselho Geral da Universidade do Minho